Vereadores augustinopolinos conseguem anular cassação e voltam aos seus respectivos mandatos.

0
6005

AUGUSTINÓPOLIS – Nesta quarta-feira, 21, o Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO), anulou o processo de cassação dos dez vereadores da cidade de Augustinópolis, dos queia eram investigados na Operação Perfídia, suspeitos de envolvimento com esquemas de propina, denunciados pela Polícia Civil e pelo Ministério Público.

Os vereadores foram afastados de seus mandatos por 180 dias, onde assumiram os suplentes. Após o processo de cassação, os vereadores afastados recorreram a justiça alegando erros no processo e somente hoje conseguiram reverter a situação.

Os vereadores:  Luizinha (PP), Toinho (PTB), Antônio Barbosa (SD), Antônio Queiroz (PSB), Neguin da Civil (MDB), Ozeas (PR), Nildo Lopes (PSDB), Ângela da Rapadura (PSDB), Marcos da Igreja (PRB) e Vaguin do Hospital (MDB), retomam suas atividades normais após processo.

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here