Iluminação pública: de quem é a responsabilidade?

Prefeituras são responsáveis por todo o processo de iluminação pública, desde a elaboração do projeto, obra de extensão, operação até a manutenção das instalações

 

A iluminação pública é um serviço essencial para a população. Além de proporcionar qualidade de vida aos moradores, também constitui um importante componente para a segurança. Uma boa iluminação auxilia no tráfego de veículos e pedestres e, ainda, garante mais segurança para a população. Isso sem falar na preservação e valorização dos espaços públicos, como ruas, praças, entre outros.

 

O que a população precisa saber é que todo esse processo referente a iluminação pública é inteiramente de responsabilidade da Prefeitura de cada cidade, conforme a Constituição Federal em seus artigos 30 e 149, bem como, a Resolução nº 414/2010 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), artigo 21.

A Energisa arrecada mensalmente o valor da taxa de iluminação na conta de energia – valor este definido pela legislação municipal (prefeito e vereadores) – e repassa à Prefeitura, para que ela possa fazer manutenções, investir em melhorias e até mesmo expansões. “É importante saber quem cuida da iluminação pública da cidade para indicar os pontos que precisam de manutenção ou instalação de luminárias nos espaços públicos. As prefeituras são responsáveis pela elaboração de projeto, implantação, expansão e atendimento”, explica o gerente de Serviços Comerciais da Energisa, Mauro Inácio dos Santos.

Caso perceba algum ponto de luz queimado ou aceso durante o dia ou ainda alguma rua que precise melhorar a iluminação, entre em contato com a prefeitura da sua cidade, através da secretaria de infraestrutura ou pelos canais de atendimento disponibilizados pela prefeitura município.